Prefeitura Municipal de Salvador

Salvaguarda

 

O Samba Junino passou a ser considerado Patrimônio Cultural de Salvador, conforme Decreto 29.489/2018, com publicação no Diário Oficial do Município (DOM), nº 7.043, Ano XXXI, página 3, de 08/02/2018.  

A solenidade em comemoração a esse reconhecimento aconteceu no dia 20/02/2018, no Espaço Cultural da Barroquinha, onde a Fundação Gregório de Mattos lançou o edital Prêmio Samba Junino, que contemplou propostas voltadas à salvaguarda do Samba Junino, de acordo as diretrizes de política cultural do município, bem como ao Registro Especial do Samba Junino como Patrimônio Cultural de Salvador.

Em 2019, a Gerência de Patrimônio Cultural (GEPAC), da FGM, juntamente com os detentores desse bem cultural, que são todos os envolvidos com a cadeia produtiva do samba junino, deu início ao processo de Elaboração do Plano de Salvaguarda do Samba Junino. Foram realizados encontros mensais no auditório da Casa do Benin - Pelourinho, visando a construção conjunta desse instrumento que vai proteger, fortalecer, garantir a continuidade e a transmissão dessa manifestação cultural de Salvador. Em 2020, a FGM divulgou o Plano de Salvaguarda do Samba Junino. 

 

• Dossiê 

 

Plano de Salvaguarda do Samba Junino

 

 

  • Documentário Samba Junino - De Porta em Porta