Prefeitura Municipal de Salvador

Casa do Benin muda dias de funcionamento

A Casa do Benin, espaço cultural administrado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), passa a ter novos dias de visitação: de terça-feira a sábado, das 9h às 17h. O equipamento possui um acervo com peças trazidas por Pierre Verger, de países africanos, especialmente do Benin, feitas com materiais diversos, como madeira, cerâmica, bronze, tecido, além da beleza arquitetônica do imóvel e a localização privilegiada, no Centro Histórico.

O espaço também promove diversas atividades, como eventos de gastronomia, oficinas artísticas, música e arte. De acordo com Aline Rodrigues Guimarães, gestora da Casa do Benin, o local é muito importante para que os baianos possam conhecer mais sobre ancestralidade africana.

“Existe um intercâmbio cultural entre a Bahia e o Benin que é enriquecedor. Uma grande parte de africanos escravizados e trazidos para a nossa cidade e recôncavo, vieram do Benin e seus descendentes retornaram à África levando nossa cultura. É o que Pierre Verger chamava fluxo e refluxo cultural. E isso tem muito valor para nossa cultura”, afirma Aline.

A Casa do Benin recebe cerca de 350 visitantes por mês na baixa estação, e 800 visitantes na alta estação, que compreende os meses de Verão. Durante as visitações é realizada uma mediação cultural para aproveitamento do acervo, apresentando uma temática educativa afro-brasileira e africana.