Prefeitura Municipal de Salvador

Patrimônio É… 2019 deste mês traz Avenida 7 de Setembro: vetor da modernidade como tema

Patrimônio É… 2019 deste mês traz Avenida 7 de Setembro: vetor da modernidade como tema

 

Avenida 7 de Setembro: vetor da modernidade é o tema da roda de conversa sobre educação patrimonial Patrimônio É… deste mês, próxima terça-feira (14), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha.

Considerada uma das mais tradicionais e principais vias de Salvador, a Avenida Sete, como é muito conhecida, foi palco de grandes e importantes acontecimentos históricos. Planejada no intuito de “modernizar” a capital baiana, hoje, é um corredor vivo da história dessa cidade, onde abriga marcos arquitetônicos importantes e com influências de diversos períodos da trajetória de Salvador, com a presença de museusigrejasescolas e hotéis.

Para falar desse tema, a Gerência de Patrimônio Cultural (GEPAC), da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, contará com a presença de Tânia Scofield, presidente da Fundação Mário Leal Ferreira, da arquiteta e urbanista, docente do curso de Arquitetura da UNIFACS, Profª Márcia Reis e Isadora Novaes Schefler Barbosa Costa, Mestra em Arquitetura e Urbanismo pela UFBA, professora e Coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIRUY |WYDEN. A mediação fica por conta de Edvard Passos, arquiteto, encenador e dramaturgo.

Parceria

A GEPAC, vinculada à Diretoria de Patrimônio e Humanidades da FGM, firmou parceria com a UNIFACS - Universidade Salvador Laureate Internacional Universities, a fim de promover o intercâmbio de conhecimentos, experiências didáticas e informações na área de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Extensão, dos cursos de Arquitetura, Jornalismo e Engenharia. Durante todo o ano de 2019 os alunos terão cadeiras garantidas em todas as edições do “Patrimônio é… 2019”.

Patrimônio É...

Projeto do Salvador Memória Viva, programa de atividades de proteção e estímulo à preservação dos bens materiais e imateriais do município, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, que aborda a questão do patrimônio cultural em diálogo com a história, memória, arquitetura, espaço público, educação, gestão e economia da cultura. Além de manter uma pauta fixa mensal para o tema, promove a educação patrimonial, colabora no direcionamento das ações dos institutos de tombamento e registro, bem como das instâncias de salvaguarda, e instrumentaliza a política municipal para atuar na valorização da memória histórica da cidade. Ao todo, serão oito encontros em 2019.

Salvador Memória Viva

O Programa Salvador Memória Viva, da Gerência de Patrimônio Cultural da FGM, objetiva promover ações voltadas à preservação do patrimônio cultural da nossa cidade, prevendo a recuperação de monumentos públicos, reforma dos equipamentos culturais administrados pela Fundação, além da aplicação de políticas de proteção legal a bens materiais e imateriais e atividades de educação patrimonial. O programa pretende ampliar o entendimento do cidadão, acerca dos valores que conformam sua identidade, tornando-o um parceiro no processo de salvaguarda de elementos de referência da paisagem cultural e da memória local.

SERVIÇO

O quê: Roda de conversa de educação patrimonial Patrimônio É... Avenida 7 de Setembro: vetor da modernidade

Quando: 14/05, às 18h

Onde: Espaço Cultural da Barroquinha

GRATUITO

Sobre os expositores e mediador:

Tania Scofield é arquiteta e urbanista (UFBA /1978), com pós-graduação em Desenvolvimento Urbano (IPEA-DF/1980) e Mestrado em Urbanismo (UFBA/2004). Sua longa trajetória profissional inclui atuação destacada no campo da Habitação de Interesse Social, com premiações nacionais para projetos em áreas precárias, tendo sido Superintendente de Habitação de Interesse Social da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (2003/2007). Entre 2007 e 2012, atuou na coordenação de planos e projetos urbanísticos em Angola, na África. Desde 2013, é presidente da Fundação Mário Leal Ferreira, órgão responsável pela elaboração de projetos urbanísticos e arquitetônicos da Prefeitura Municipal de Salvador.

Márcia Reis possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (1985), Mestrado em Conservação e Restauração de Monumentos Históricos (MP-CECRE/ UFBA / 2011), e é doutoranda nessa mesma instituição. Atualmente é professora da Universidade Salvador onde leciona em várias disciplinas de projeto, e na Universidade Católica a frente da disciplina de Técnicas Retrospectivas. Atua como arquiteto e urbanista e sócio-arquiteto do Atelier 8 arquitetura. Faz parte de dois grupos de pesquisa na UNIFACS e na UFBA, voltados para o estudo da arquitetura moderna na Bahia. Atuou na Prado Valladares Arquitetos onde desenvolveu projetos para áreas públicas de Salvado. Atuou como sócia-arquiteta juntamente com o arquiteto Assis Reis onde desenvolveu projetos nas áreas públicas e privada. Foi diretora do Instituto de Arquitetos do Brasil Departamento da Bahia e Conselheira suplente No Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU-Ba. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Projetos da Edificação e projetos urbanos, atuando principalmente no seguinte tema: conservação, projeto, arquitetura moderna.

Isadora Novaes Schefler Barbosa Costa é Mestra em Arquitetura e Urbanismo pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFBA, possui Máster em Urbanismo, Planejamento e Desenho Urbano pela Universidade de Sevilha e graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (2009). Atua principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: história urbana, traçado urbano, representação gráfica, patrimônio histórico e conservação do patrimônio. Também desenvolveu projeto sobre meio ambiente, arquitetura indígena e desenvolvimento sustentável. Como arquiteta, trabalhou em diversos projetos na área de compatibilização de projetos, adaptação de edifício para museus (Museu de Ciência e Tecnologia da Bahia - MC&T-BA) e casarões antigos em residência multifamiliares. Atualmente, é doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFBA, professora e Coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIRUY |WYDEN.

Edvard Passos é doutorando em Artes Cênicas (PPGAC da UFBA), Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia, 2016 e Bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia, 2002. Dedica-se à investigação teórica e à prática continuada de realizações teatrais em edificações não convencionais.